O enduro de regularidade foi criado no Brasil nos anos 70 com a ideia de transformar os passeios de moto em trilhas de competição. A proposta deu tão certo que, hoje em dia, o esporte é muito popular e já conta com vários campeonatos em todo o território nacional.

As provas de enduro são divididas em duas modalidades: enduro FIM — também conhecido como enduro de velocidade — e enduro de regularidade — o qual, além de muita resistência, exige que o piloto siga orientações de trajeto e de velocidade especificadas em uma planilha criada pelos organizadores do campeonato.

Os obstáculos do percurso tendem a dificultar que o piloto alcance o tempo ideal de prova. Assim sendo, são necessários um bom conhecimento de navegação e entrosamento com a moto, pois, no fim, vence quem errar menos.

Quer saber mais? Neste artigo, vamos explicar tudo que você precisa saber sobre esse esporte. Continue com a gente e confira!

Como funciona o enduro de regularidade?

Diferentemente dos outros esportes off-roads, no enduro de regularidade, não é a velocidade que importa, mas sim, como o nome já diz, a regularidade durante a prova. A competição é realizada em circuito aberto, ou seja, pode ser em trilhas, terrenos ou estradas.

Ao longo do percurso, existem os PC’s (Postos de Controle) dispostos secretamente — que registram a hora da passagem do piloto. De acordo com o horário da largada e a velocidade estipulada na planilha, é definido o momento ideal que o piloto deve passar por aquele ponto.

Para cada segundo de atraso, perde-se 1 ponto, e para cada segundo adiantado, perdem-se 3. A passagem pelos PC’s deve ser no tempo exato, e a tolerância de tempo depende dos organizadores. Caso o piloto não passe por um dos PC’s, ele perde 1.800 pontos. Vence a competição quem tiver mais regularidade e perder menos pontos.

Quais são os tipos de trechos?

Nas provas de enduro de regularidade, o piloto recebe uma planilha com o roteiro a ser seguido. Nele estará o desenho, conhecido como tulipa, que mostrará os trechos, a velocidade média e todas as variações do terreno, como postes, árvores, rios e trilhas.

Dentro de uma prova de enduro de regularidade, existem três tipos de trechos:

  1. velocidade — que têm as médias horárias identificadas na tulipa pela letra V, e neles estarão os PC’s de tempo;

  2. deslocamento — são identificados pela letra D e neles não são permitidos PC’s de tempo, pois essa região serve para unir dois trechos de velocidade ou para a passagem de algum obstáculo como rios ou vias públicas;

  3. neutros — são trechos de parada, usados para abastecimento, manutenção da moto e descanso do piloto. São identificados pela letra N.

Como se preparar para esse tipo de esporte?

Para vencer essa competição, além de habilidades de pilotagem, o piloto deve ter muita resistência para aguentar os longos períodos das provas e as dificuldades do trajeto. É muito importante também investir na moto e ter um modelo adequado para esse esporte.

As motos de enduro têm suspensão mais macia, partida elétrica, marchas mais longas e tanque com maior capacidade de armazenamento — bons exemplos são a Honda CRF 230F e a TT-R 230 da Yamaha.

Lembrando que, como em qualquer esporte off-road, equipamentos e acessórios de segurança são essenciais para evitar lesões graves em acidentes. O uso de roupas de proteção, de luva, de cotoveleiras, de joelheiras, de óculos, de botas e de capacetes é indispensável.

Como as provas são longas e os locais mais isolados, leve sempre uma mochila com água e comida. Calcule a distância entre os pontos de abastecimento para não ficar sem gasolina; faça a manutenção da moto e leia a planilha com muito cuidado para não se perder, mas cuide para não desperdiçar muito tempo.

Neste artigo, você aprendeu o que é o enduro de regularidade e como se preparar para essa competição. No entanto, lembre-se de que a ideia é curtir o momento, a adrenalina e a emoção de estar em contato com a natureza. Vencer é um bônus!

Aproveite que está por aqui e conheça os lançamentos de motos para trilha de 2018!