O ditado “é melhor prevenir do que remediar” se aplica muito bem quando o assunto é a manutenção de uma moto. Quando não se faz revisões periódicas, ou mesmo não tem atenção ao seu devido funcionamento, a possibilidade de ter que fazer manutenções corretivas são muito maiores. E você sabe: elas tendem a ser muito mais caras!

Isso sem falar que impacta diretamente na segurança do motociclista, podendo causar acidentes, além de diminuir consideravelmente o tempo de vida útil do veículo. Para quem fica meio perdido nesse momento, a seguir apresentaremos algumas peças e acessórios para moto para ficar de olho na hora da manutenção. Continue a leitura para conferir!

Freios

Com os freios não dá para brincar! Afinal, uma única falha pode causar um grave acidente. Assim, é importante estar sempre atento a todo o sistema de frenagem, como os discos e pastilhas. 

No caso das pastilhas, é preciso observar a quilometragem e os ruídos para identificar quando é necessário realizar a troca. Além disso, quando feita, é fundamental ter cautela até que a peça se adapte aos discos e comece a funcionar 100%. Já os discos têm danos mais aparentes, como a diminuição da sua espessura, fissuras e até trincas. 

Correntes 

A checagem da corrente deve ser feita de forma mais frequente, principalmente quanto a sua lubrificação. O óleo é o produto mais utilizado para fazer esse trabalho, contudo, é preciso ter cuidado com a quantidade usada. A aplicação exagerada pode sujar suas roupas, ou pior: cair nos pneus, fazendo com que a moto escorregue na pista. 

Para evitar esses problemas, já existem no mercado sprays específicos para isso que, apesar de serem mais caros, aderem melhor na corrente impedindo que fique escorrendo.

Filtro de ar 

filtro de ar, como o próprio nome já diz, filtra as impurezas contidas na cidade ou estrada, impedindo sua entrada no motor da moto. Há dois tipos de filtro de ar: os descartáveis e o que podem ser removidos e limpos. Portanto, é importante que você verifique no manual qual é o utilizado na sua moto. 

Para os que podem ser lavados, água e detergente líquido neutro são suficientes. No entanto, mesmo esses precisam ser trocados regularmente, sendo que o aconselhável é em média a cada 10.000 km rodados. Desse modo, é importante levar a moto em um mecânico para que ele verifique se a peça realmente precisa ser substituída, ou se apenas uma boa limpeza pode resolver.

Além da manutenção, é essencial buscar por peças e acessórios para moto de qualidade. Assim, ao procurar por esses itens de reposição no mercado, fique atento à marca e às condições da peça. Escolha sempre aquelas que se adequam aos padrões da engenharia mundial para garantir o bom desempenho e, consequentemente, sua segurança e uma maior vida útil do veículo. 

Se você está precisando comprar peças ou acessórios com excelente custo-benefício e procedência, não deixe de visitar a loja virtual da Maxx Fun. Lá estão disponíveis diversos itens para os praticantes de motocross e off-road.