Quem é aventureiro, e curte altas doses de adrenalina, sabe que nada supera a emoção de uma boa trilha. Seja pela natureza paradisíaca, ou pela sensação de liberdade que essa prática proporciona, quem começa não consegue mais parar. No entanto, para aproveitar esses momentos, o piloto precisa saber como escolher uma moto de trilha.

Pesquisar os diferentes modelos é importante, já que as motos off-road não são todas iguais: existem os modelos mistos, para a galera da trilha e do asfalto, outros que servem tanto para trilha quanto para enduro, e alguns específicos para trilha. É preciso entender bem essas diferenças, pois, na hora da compra, todos os detalhes importam.

Considerando isso, redigimos este artigo para falar mais sobre o assunto e ajudá-lo na escolha da sua moto de trilha. Confira!

Quais são as diferenças entre motos novas e usadas?

Quando pensamos em escolher uma moto, devemos considerar o orçamento que temos à disposição. Nesse quesito, as motos usadas costumam ser mais baratas. Contudo, o valor não deve ser o único ponto observado, principalmente, porque a sua segurança na trilha depende muito do veículo que você pilota.

As motos novas têm as vantagens de serem reguladas, sem arranhões e totalmente conservadas, sem mencionar a garantia do veículo. Assim, a chance de apresentar defeitos é muito pequena se compararmos com uma moto usada. Para estas, é preciso considerar o histórico do dono anterior — quedas, por exemplo —, a quilometragem, desgastes naturais das peças e o estado de conservação.

Como consequência disso, os gastos com manutenção e reposição de peças podem ser bem altos.

O que observar ao escolher uma moto de trilha?

Um ponto importante a ser observado na escolha de uma moto é a sua manutenção periódica. De nada adianta escolher um modelo raro e não encontrar as peças para reposição.

Existem, ainda, outros detalhes podem que influenciar muito na compra da sua moto, especialmente para trilhas. A seguir, confira algumas particularidades que você deve observar.

Motor

Analise se o equipamento é de 2 ou 4 tempos. As opções mais procuradas são as de 230 4T, 125 4T e as de 250 4T. No entanto, os modelos 250 2T e 450 4T são os mais potentes.

Chassi

Também conhecido como quadro, ele é a estrutura da moto, que mantém o bom alinhamento das rodas e proporciona boa dirigibilidade. Nas modalidades off-road, o chassi pode sofrer muitos danos, portanto, é preciso verificar as soldas do canote e do centro.

Ciclística da moto

Conjunto de itens do veículo que inclui o quadro, a suspensão, os freios e os pneus.

Suspensão

Os terrenos das trilhas costumam ter muitos galhos, pedras e elevações e, para ter um bom rendimento, a suspensão precisa ser mais macia para não forçar os braços do piloto durante as manobras e proporcionar um melhor controle da moto.

Como escolher a modalidade certa?

Como citamos, as motos off-road não são todas iguais e, para escolher a sua, é preciso compreender as diferenças entre elas. Para quem quer uma moto que sirva tanto para trilha quanto para andar na cidade, os modelos Bros, Tornado e a XTZ 250 são boas opões. 

Para aqueles que querem um modelo específico para trilha, a moto deve ter uma suspensão mais macia e, de preferência, partida elétrica. Os modelos mais usados pelos trilheiros são a CRF 230, a TTR 230, a WR 250, a CRF 450x, a KTMs ou as Husqs.

Já as motos para trilhas e enduro, devem ter suspensão, partida, relação e outras partes mais específicas preparadas para aguentar o terreno. Um bom exemplo são as CRF 250X, a MXF 250RX, a  MXF 250TS 2T e a WR.

Para concluir, os valores das motos para trilha podem variar de R$ 5,000 a R$ 20,000, ou mais, dependendo do modelo. Entretanto, entender como escolher uma moto é saber que a melhor não é a mais cara e, sim, a que leva você para a trilha com segurança.

E aí, trilheiro, o que achou deste artigo? Agora que você sabe como escolher a sua moto de trilha, não perca tempo e compre já a sua! A Maxx Fun tem veículos de qualidade e com os melhores preços. Faça uma visita!